top of page

AUDITORIA EXTERNA


Qual o conceito e função da Auditoria Externa?

Quais são as diferenças entre a auditoria interna e externa?

A importância dos controles internos e equipes interna para o processo da auditoria externa?

Para essas e outras perguntas, confira abaixo:


CONCEITO E FUNÇÃO DA EMPRESA DE AUDITORIA EXTERNA


O conceito central é de garantir a precisão, a integridade e a transparência das informações financeiras divulgadas pela empresa. Isso é essencial para estabelecer a confiança dos sócios, credores e outras partes interessadas na empresa.

A sua função principal é realizar uma avaliação independente e imparcial das demonstrações financeiras da empresa, com o objetivo de fornecer uma opinião sobre se essas demonstrações refletem adequadamente a posição financeira, o desempenho e os fluxos de caixa da empresa.


QUAIS SÃO AS DIFERENÇAS ENTRE O TRABALHO DA AUDITORIA INTERNA E EXTERNA?


Na auditoria interna são colaboradores/setores da própria empresa que realizam auditorias internas para avaliar e melhorar os controles internos, a gestão de riscos e os processos operacionais. O foco principal é fazer recomendações para melhorias internas e auxiliar as empresas a buscar conformidade e eficiência.

Por outro lado, a auditoria externa é conduzida por auditores independentes, que não trabalham para a empresa e fornecem opiniões imparciais sobre as demonstrações financeiras. Os auditores externos são contratados pelos stakeholders da empresa, como sócios, para garantir que o processo de auditoria seja imparcial e independente.

Vale ressaltar mesmo que as auditorias internas e externas tenham objetivos diferentes, ambas são importantes para garantir a eficácia e a integridade das operações de uma empresa.


AS VANTAGENS DE UMA EMPRESA PASSAR POR AUDITORIA EXTERNA


·         Aumenta a confiabilidade do registro de dados dos demonstrativos contábeis.

 

·         Fortalece a credibilidade e a transparência da empresa.

 

·         Facilita o acesso a empréstimos a taxas favoráveis e capital.

 

·         Ajuda na identificação e prevenção de fraudes e irregularidades.


A IMPORTÂNCIA DE SE MANTER OS CONTROLES INTERNOS PARA A AUDITORIA EXTERNA


Confiança e Credibilidade

Controles internos eficientes mantem uma base sólida de confiança e credibilidade das informações apresentadas nas demonstrações financeiras da empresa, quando a auditoria externa atesta controles internos confiáveis, atesta que a empresa se preocupa com a integridade de seus processos e dados financeiros.

Redução de Riscos e Fraudes

Ajuda a reduzir riscos e fraudes nas demonstrações contábeis, com implementação de procedimentos internos, segregação de funções e políticas internas, ajudando a diminuir os riscos de manipulação de dados financeiros e atividades fraudulentas.

Eficiência na Operação

Processos claros e bem definidos ajudam agilizar as atividades diárias, minimizando retrabalhos e erros cotidianos.

Facilitação da Auditoria Externa

Um dos pontos mais importantes, é a apresentação dos controles internos e facilitação no processo de auditoria. Controles internos eficientes proporciona aos auditores uma estrutura confiável para se realizar os testes e procedimentos, permitindo uma avaliação mais eficiente, ágil e eficaz das demonstrações.

AUDITORIAS EXTERNAS QUE ATUAM NO GRUPO LOCKS

 

Atualmente o Grupo Locks passa por auditorias externas Big Four (a nomenclatura utilizada para se referir às quatro maiores empresas contábeis especializadas em auditoria e consultoria do mundo) sendo a KPMG e Delloitte (consultoria fiscal).

A exemplo da KPMG que valida e atesta a integridade das principais demonstrações contábeis;

·         Balanço Patrimonial

·         Demonstração do Resultado do Exercício

·         Demonstração de Lucros ou Prejuízos Acumulados

·         Demonstração de Fluxo de Caixa

·         Notas Explicativas

Os auditores também realizam uma análise detalhada dos registros dos estoques produtos acabados, adubos, defensivos, sementes, combustíveis, lubrificantes e da Pecuária (Confinamento, Semiconfinamento e Recria), onde verificam a precisão da quantidade das demonstrações financeiras, registros contábeis, políticas e procedimentos, entre outros documentos relevantes.

Vale ressaltar que o grupo ainda passa por outras auditorias externas de Certificações ambientais e de Qualidade.

Nesse sentido, a auditoria:

·         Permite um entendimento mais amplo, já que cobre todas as áreas da empresa;

·         Apresenta sugestões para melhorar o controle interno;

·         Melhora a qualidade operacional, aumentando a produtividade;

·         Assegura que os procedimentos sejam executados corretamente;

·         Avalia se os dados contábeis e relatórios gerenciais refletem a realidade da empresa ou não;

·         Avalia as atividades desenvolvidas internamente e por terceiros;

·         Auxilia na busca pela eficiência operacional.


IMPORTÂNCIA DAS EQUIPES INTERNAS NOS TRABALHOS DA AUDITORIA EXTERNA

 

A colaboração eficaz das equipes internas da matriz e demais unidades garante que os auditores tenham acesso a todas as informações necessárias para realizar uma auditoria completa, facilitando o acesso as instalações, sistemas e relatórios. Isso pode envolver agendar reuniões, fornecer documentos e acompanhar os auditores em campo. Ao colaborar de forma proativa, a equipe interna ajuda a garantir que os auditores tenham a oportunidade de realizar seu trabalho de forma eficiente.


Para o atendimento da auditoria externa de forma proativa a equipe interna deve atender os seguintes requisitos;

1.    Preparação adequada: Antes do período da auditoria externa, as equipes necessitam se preparar com integridade toda documentação e informações para a auditoria.

2.    Comunicação clara: A comunicação entre a equipe interna com os auditoria é de extrema importância, complementando com informações adicionais e fornecendo esclarecimentos sempre que necessário.

3.    Colaboração transparente: A colaboração de forma transparente com os auditores, fornecendo informações solicitadas e colaborando em conjunto para solucionar quaisquer questões ou problemas identificados durante o processo de auditoria.

4.    Foco na conformidade: As equipes internas devem garantir que todos os processos e procedimentos da empresa estejam em conformidade com os padrões contábeis e regulamentações aplicáveis.

5.    Identificação proativa de problemas: As equipes devem ser proativas na identificação e solução de quaisquer problemas durante o processo de auditoria, revisando os processos e controles internos para garantir uma eficácia e adequação de procedimentos.

A falta de colaboração da equipe interna no atendimento da auditoria externa pode resultar em sérias consequências, como atrasos no processo de auditoria, dificuldades na obtenção de evidências confiáveis, desconfiança dos auditores, possíveis implicações legais e prejuízos à reputação da empresa. Portanto, é crucial que a equipe interna participe ativamente, esteja disponível para apoiar o processo de auditoria e forneça acesso completo às informações e recursos necessários.

Após a conclusão dos trabalhos, é provável que os auditores forneçam recomendações para melhorias nos processos internos, e a equipe interna desempenha esse papel de implementar essas recomendações nas operações da empresa.

Em resumo, está matéria proporcionou um conceito abrangente sobre auditoria externa, espero que contribua no seu dia a dia.

Agradeço a dedicação e comprometimento por ter chegado até final dessa leitura, e lembro que logo teremos mais conteúdos a serem abordados no Blog É da nossa conta Contabilidade Locks.


Obrigado e até a próxima matéria.






Acesse o link a seguir e contribua com um rápido questionário de avaliação sobre o artigo que você acabou de ler: https://forms.office.com/r/xE93ckPePb

 

Para maiores informações, sugestões e elogios, enviar e-mail: contabilidade@grupolocks.com.br


Autor da matéria: Lucas Zeferino Da Silva





31 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page