top of page

Despesa de Importação Frete



DESPESA DE IMPORTAÇÃO FRETE

(Compra para estoque e ativo Imobilizado)

O que é a Despesa de Importação de Frete/Imobilizado?

Qual a finalidade da Despesa de Importação?

Qual o conceito de cada utilização dessas despesas no SAP?

Qual o impacto de não agregar os custos dos fretes nas aquisições de produtos e a importância de agregar frete imobilizado?


Para essas e outras perguntas, confira abaixo as respostas:

O que é a Despesa Importação de Frete?

A despesa de importação é uma forma que o sistema SAP disponibiliza para agregar as despesas de frete aos produtos ou ativos imobilizados. Esses custos de frete podem ser de diversos formas, frete marítimo, frete aéreo e o transporte terrestre mais utilizado.

Qual a importância da Despesa Importação de Frete?

O Objetivo da Despesa de importação de Frete é que as despesas com fretes, impactem o resultado da empresa somente quando este produto/material for utilizado, consequentemente retratando uma informação fiel a transação apresentada nos relatórios gerenciais (orçamento e balancete mensal).


1 - Como se deve proceder com o registro dessa despesa Importação de frete/imobilizado


Para registrar a despesa de importação de frete de forma adequada, a empresa deve documentar todos os custos associados. Isso inclui (DACTE) e NFS de Transporte.




Qual o conceito de cada utilização no SAP?

- Despesa Imp Frete;

Utilizar quando ocorrer a aquisição de serviços de transportes de compras de mercadorias destinadas ao estoque.

Obs.: O usuário deverá fazer a vinculação da DI deste serviço de transporte na NF de compra da mercadoria ou bem.



- Frete Imobilizado;

Utilizar quando ocorrer a aquisição de serviços de transportes de compras de bens do ativo imobilizado (AT), ou mercadorias associadas para o uso em um projeto.




2 – Contabilização

No sistema contábil da empresa, como o SAP, os custos de frete são contabilizados como despesas de importação. Eles são adicionados ao valor total da compra de produtos para obter o custo total da aquisição.




Vamos a um exemplo na prática...

- Compra de 1.000unid de parafusos com o custo unitário de R$ 0,50.

- Frete da mercadoria 50,00 reais

1º – Situação com o vínculo Despesa Importação Frete


Na situação acima o processo de aquisição e o custo de mercadoria ficou correto, sendo o valor de compra somado ao frete.

2º – Situação sem o vínculo Despesa Importação Frete




Nessa segunda situação não ocorreu a vinculação da despesa importação ficando o custo unitário de R$ 0,50, portanto gerando diferença total R$ 50,00 que será lançado na Despesa Frete Rodoviário.


3 – Valor do frete adicionado ao Custo do Produto

Quando os custos de frete são adicionados ao valor de compra, eles afetam o custo do produto. Isso significa que o custo do produto em estoque será o valor de compra mais os custos de frete. Isso é importante para uma avaliação precisa do estoque.

Em resumo, a utilização da despesa de importação de frete é fundamental para uma contabilidade precisa e uma gestão eficaz das operações. Isso permite que a empresa tenha uma visão completa dos custos associados à aquisição de produtos ou materiais e tome decisões estratégicas baseadas nessas informações.


 

ATENÇÃO!



É válido lembrar, que a despesa de importação só será agregada ao custo do produto adquirido se houver saldo de estoque no sistema, ou seja, o processo linear para correta atribuição do custo do frete é lançar nota fiscal do produto, posteriormente lançar o frete como despesa de importação.

Para o frete de imobilizado, não é necessário estoque, visto que é aplicação direta, mas o frete e a nota da aquisição do ativo devem ser lançados no mesmo período.


Obrigado e até a próxima matéria.



 


Para maiores informações, sugestões e elogios, enviar e-mail: contabilidade@grupolocks.com.br

Autor da matéria: Lucas Zeferino


92 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page